Oficina Sobre Literatura Afro Brasileira: Valores Civilizatórios Africanos Identidade e Autoestima

Oficina Sobre Literatura Afro Brasileira: Valores Civilizatórios Africanos Identidade e Autoestima

A utilização da literatura negra nas diversas áreas do saber possibilita a ampliação das reflexões acerca do combate ao racismo.
Por isso, a utilização das poesias, contos e mitos de matriz africana são potentes para os processos de construção da identidade de negros/as”, seus processos educativos a partir da apresentação de algumas obras analisando-as e destacando a sua relevância para a aprendizagem pautada por uma educação antirracista

08/11/2021 - 09/11/2021

R$ 35,00
R$ 30,00
Categoria: Oficina Tags:

Descrição

Ao logo dos processos educacionais formais a literatura de uma forma geral propiciou e ainda hoje propicia a propagação do preconceito e do racismo, diante desse contexto a literatura negra a partir da produção de poemas, poesias e contos vem ao longo dos anos 70 imprimindo uma ruptura dos padrões eurocentristas em prol da valorização da cultura negra elevando a autoestima da população negra. Sendo assim a utilização dos gêneros textuais especificados acima serão propícios pela carga simbólica que permite a efetivação da autoestima da população afro-brasileira e da ruptura de preconceitos, ferramentas importantes para o combate ao racismo.

Também irá romper com os estereótipos da literatura dominante que impunham um discurso discriminatório, onde as crianças negras eram maciçamente obrigadas a se reconhecerem como: "feia, preta fedorenta, cabelo duro", para desconstruir o processo de desvalorização de seus fenótipos individuais, que interferem na construção da sua identidade de criança e posteriormente comprometerá a sua autoestima na fase adulta.

  08/11/2021 - 09/11/2021 | 19:00

 Aulas disponíveis após o curso

  Duração: 4:00

  Capacidade de até 30 pessoas

  Condições de Cancelamento: Gratuito - reembolso integral


Quem faz

Lúisa é escritora, palestrante, pedagoga e especializada em gestão e formação profissionalizante.  Acredita na vida, gosta de estar com pessoas e pensa que a educação é fundamental para a ampliação das relações de para com o mundo.