Ossanyin e Medicina Tradicional dos Candomblés

Ossanyin e Medicina Tradicional dos Candomblés

Os cultos religiosos foram, ao longo da história das populações africanas no Brasil, um lugar de negociação, de resistência e também de táticas. Nos chamados terreiros ou roças de candomblé a tradição foi sendo mantida, e ao mesmo tempo, resignificada em seu cotidiano, estabelecendo assim seu registro e sua marca no espaço urbano. Muitas plantas cultivadas nos terreiros têm um emprego sacro na religião dos orixás, inkicies e voduns. Associadas a dedicação de oferendas alimentares produzidas à base de plantas domesticadas constitui-se num sistema fundamental, indispensável ao funcionamento dessa religião. Neste sentido, refletir sobre as práticas de saúde, a partir dos saberes e fazeres dos povos das comunidades tradicionais, é rever um tempo, em que pretos e pobres estavam sujeitos à própria sorte de doenças, e os conhecimentos que possuíam serviam para a garantia a sobrevivência de si como dos seus. A oficina Plantas de Axé tem como principal objetivo divulgar e enaltecer a Medicina Tradicional Africana, herdada dos povos Yorubás e praticada nos terreiros de Candomblé.

10/11/2021 - 24/11/2021

R$ 180,00
R$ 150,00

Descrição

Aula 1
Diáspora negra e as nações de Candomblé.
Medicina Tradicional Africana.
Saúde e doença na concepção Yorubá.
Teoria das Assinaturas e Teoria Humoral.
Medicina Tradicional afro ameríndia (Ayahuasca, rapé, jurema).
Praticantes da Medicina Tradicional Africana na Nigéria e no Brasil.
Etnobotânica e Etnofarmacologia (Conhecimento Ancestral e Ciência).
Carga horária: 2h (total)
Exposição: 1h30min
Perguntas: 30min
 
Aula 2
Liturgia das folhas.
Ossanyin e as diferentes divindades ligadas ao reino vegetal.
Emprego das plantas no Candomblé.
Intercâmbio de folhas na diáspora.
Culto às árvores sagradas no Candomblé.
Itans ligados às folhas, a arte de ensinar nos terreiros.
Aduras, orikis, ofós e orukós.
O culto de Ossanyin, Biodiversidade e Sustentabilidade Ambiental
Carga horária: 2h (total)
Exposição: 1h30min
Perguntas: 30min
 
Aula 3
Classificação e nomenclatura científica no Reino Vegetal.
Classificação etnobotânica empregada nos terreiros de Candomblé.
Banhos e bebericagens na manutenção da saúde.
Fitoterapia associada à Medicina Tradicional dos terreiros.
Favas e raízes de axé.
Principais espécies de uso litúrgico e medicinal no Candomblé.
Carga horária: 2h (total)
Exposição: 1h30min
Perguntas: 30min
10, 17 e 24 de Novembro de 2021 de 15:00 às 17:00h.
Três encontros de 2h cada (6h total).
Emissão de certificado ao final do curso.


  10/11/2021 - 24/11/2021 | 15:00

Certificado com carga horária

  Aulas não disponíveis após o curso

  Duração: 6:00

  Capacidade de até 80 pessoas

  Condições de Cancelamento: Flexível - cancelamento até 1 dia antes do check-in, com reembolso de 70%



Quem faz

Jonatas José Silva é graduado em Biologia (UERJ), com Mestrado em Engenharia Ambiental (UERJ) e Doutorado em Farmácia (UFRJ). Atua como professor na SEEDUC-RJ e SME-RJ. Iniciado na religião dos orixás, Omo Ogun, sendo egbomi do Ilè Asè Igi Ji Oju Omin (raiz Casa Branca do Engenho Velho).