Acervos da cultura negra: identificação e mediação cultural

Acervos da cultura negra: identificação e mediação cultural
O objetivo deste ciclo de três palestras é discutir questões que tenham impacto prático na vida daqueles que já são iniciantes ou profissionais e dos almejam fundar um museu (virtual ou não) ou outra instituição de proteção/custódia de acervos da negritude.Além disso, busca-se iniciar pessoas sem nenhuma experiência no universo das coleções de itens da cultura negra
03/12/2021
-
17/12/2021
18h45min
de R$ 927,12
por R$ 197,60
03/12/2021
-
17/12/2021
18h45min
-
17/12/2021
de R$ 927,12
por R$ 197,60
50 participantes
Duração 02h30min
Aulas não disponíveis após o curso
Cancelamento Gratuito

Descrição

Ao decorrer do tempo e em diversos territórios do mundo, a negritude tem produzido e acumulado um grande número de artefatos e/ou documentos representativos da cultura negra. Esses compõe um patrimônio inexplorado e rico em valores culturais afetivos, estéticos, pragmáticos, éticos e cognitivos próprios da cultura ancestral de matriz africana.
Pessoas precisam para reconhecer estes itens fragilizados e invisibilizados. Isso precisa ocorrer não apenas em termos de coleções privadas familiares ou de mecenas, mas também ao caso de instituições de pequeno, médio ou grande porte que não possuem quadros capacitados para identificar os acervos que são produtos da cultura negra.
Assim coloca-se uma primeira questão fundamental:
Como identificar artefatos/documentos da cultura negra?Mais do que isso, é requerido para os museus, as casas de cultura, os centros de memória, os arquivos públicos, os arquivos pessoais, as bibliotecas, os centros de documentação, os centros de informação, os coletivos culturais, os coletivos negros, os coletivos antirracistas, dentre outras organizações sociais, um outro desafio:
Como mediar estes artefatos/documentos preservando seus aspectos culturais constitutivos?Para responder tais questões com profundidade com impacto à prática, os seguintes pontos devem considerados no ciclo de palestras:
I - Acervos de cultura negraAcervos: arquivos, artefatos museais e/ou documento bibliográfico.Conhecimento e demandas aos acervos.Acervos de cultura: arquivos de cultura, bibliotecas culturais e museus de cultura.Acervos de cultura negra.
II - Identificação geral avançada.Métodos de descrição: Como descrever?Destinações: doação à Museu ou Arquivo para preservação, agrupamento para constituição de Arquivo, Museu ou Centro de Memória.Descrevendo itens de um acervo de cultura negra.
III - Identificação específica avançada de Acervos de cultura negra.Quais acervos podem ser considerados acervos de cultura negra?O seu acervo é um acervo de cultura negra?Como identificar a partir dos valores culturais?
Projetando um Acervo de cultura negra: prática e potencialidades para colaboração de Redes de Arquivos do Negro, de Museus do Negro, de Centro de Memória dos Negros, dentre outras instituições de proteção/custódia de documentos culturais.
Para além do conteúdo posto acima, vale notar que o objetivo principal deste ciclo de três palestras é discutir questões que tenham impacto prático na vida daqueles que já são iniciantes praticantes ou profissionais e dos ainda não possuem nenhum domínio de conhecimento sobe os temas e almeja iniciar a fundação de um museu (virtual ou não) ou outra instituição (centro de memória, arquivo, biblioteca, por exemplo) - para a proteção/custódia de acervos da cultura negra.
Além disso, busca-se provocar os participantes (com ou sem domínio sobre o tema) na direção de adentrar o universo das coleções de itens da cultura negra e seus significados. Com isso, também busca-se introduzir os envolvidos em seus próprios direitos culturais (direito à identidade, por exemplo) - com enfoque prático direcionado à base material de itens colecionáveis avaliados como acervo.


Tags
África Ancestralidade Diáspora Cultura Brasileira Museus

Quem faz

Taiguara Villela Aldabalde

A convite da Diaspora.Black

Ver página do anfitrião


Talvez você goste

Formação em Constelação Zulu
Formação em Constelação Zulu

R$400,00 350,00

CAMINHO ANCESTRAL Uma experiência ancestral oferecida pelo Instituto Da Cor ao Caso (@dacoraocaso)
CAMINHO ANCESTRAL Uma experiência ancest ...

R$60,00 60,00

Uma revolução chamada Carolina Maria de Jesus - Última edição de 2021
Uma revolução chamada Carolina Maria de ...

R$150,00 120,00

Coquetelaria Básica - Chef Mailson
Coquetelaria Básica - Chef Mailson

R$98,00 84,99

Fale com a gente
Siga-nos
Descubra
Segurança para você
Todos os dieitos reservadors 2021 | Diaspora Experiência e Turismo LTDA      Política de Privacidade  |  Termos e Condições