Imagem do produto

Tornar-se Negro

Como será?
A oficina será ministrada em dois encontros de 2h, tendo uma formato participativo e dinâmico, com grupos de trabalho, leitura de texto e um espaço de confiança para trocar conhecimento, dúvidas e aprendizados. 


Sobre o Tornar-se Negro
Nesta obra, a psicanalista Neusa Santos Souza, aborda o processo de constituição do sujeito “negro/a”, que precisa equiacionar os diferentes aspectos cotidianos de como o racismo lhe atravessa. Apresentando os impactos emocionais dessa violência que parte de uma estrutura social que idealiza a pessoa branca, tornando o corpo negro uma ameaça e gerando uma negação de si mesmo.  A reflexão desta obra, traz elementos importantes de gatilhos emocionais e os desafios de ser negro. Apontando para a importância de tomar conhecimento das opressões do racismo e encontrar alternativas de subvertê-los.

R$ 50,00 R$ 35,00

Descrição

Sobre
A Oficina “Tornar-se Negro” é um encontro que tem como referência o estudo e publicação produzida pela psiquiatra, psicanalista e escritora Neuza Santos Souza, que a partir de sua tese de mestrado, produziu uma das mais importantes referências para compreender e conhecer as dores e delicias deste processo do tornar-se negrxs. Com a oficina, visamos produzir um espaço de confiança com diálogo, leituras e grupos de trabalho de maneira lúdica e participativa, trabalhando a importância deste processo e suas complexidades.

  05/08/2021 - 12/08/2021 | 19:30

 Aulas disponíveis após o curso

  Duração: 3:30

  Capacidade de até 100 pessoas

  Condições de Cancelamento: Semi-flexível - cancelamento até 3 dias antes do check-in com reembolso de 50% do valor da reserva em crédito na plataforma por até 6 meses.


Quem faz

Carlos Humberto
Mais de 15 anos de trajetória profissional dedicada à promoção de Direitos Humanos, com foco na de combate ao racismo, garantia de direitos de crianças e adolescentes, juventude e educação. Foi bolsista do David Rockefeller Center for Latin American Studies, em Harvard (EUA) e da PUC-Rio. Atuou em diferentes esferas da sociedade civil organizada e instituições corporativas, com desenvolvimento e implementação de projetos de impacto social pioneiros e emblemáticos do País, como A Cor da Cultura e Que Exploração é Essa (Fundação Roberto Marinho), além de atuação em movimentos sociais de combate à desigualdade racial e social no Brasil. Ao longo de sua trajetória, foram mais de 300 oficinas, palestras, cursos e workshops ministrados, tendo levado seu carisma, conhecimento e metodologia diretamente para mais de 15 mil pessoas no Brasil, Argentina, Peru, México, Estados Unidos, Cabo Verde, Japão e Guiné Bissau.

Jocelene Ignacio
Graduada em Serviço Social pela PUC-Rio, Especialista em Planejamento Urbano IPPUR/UFTJ, Mestre em Memória SOCIAL/UNIRIO, Doutora em Serviço Social pela PUC-Rio. Coordenadora da equipe de PSI/AS/ Profas na 5a Coordenadoria Regional de Educação. Servidora Pública da PCRJ/SME/NIAP Núcleo Interdisciplinar de Apoio a Unidades Escolares.

Categoria: Oficina Tags: África