Imagem do produto

A escrita do artigo científico

Estruturado em quatro encontros de duas horas e meia cada, o curso aborda estratégias para a escrita de artigos com vistas à publicação em periódicos acadêmicos. Voltado prioritariamente a estudantes e pesquisadores das artes negras da cena e de presença, o curso tem como eixo principal a importância da organização e estruturação de ideias. 

R$100,00

Descrição

A publicação de artigos é um dos pilares para uma carreira acadêmica bem sucedida, tanto no Brasil quanto no exterior. Nos Estados Unidos, por exemplo, é comum que pesquisadores recordem uns aos outros sobre a importância da escrita e publicação de artigos acadêmicos através do ditado: “publish or perish”, quer dizer, “publique ou pereça”. Neste curso, abordaremos estratégias de escrita que vão desde a delimitação do tema até a estruturação geral de um artigo científico, com especial atenção às características fundamentais de cada uma de suas seções

Este curso acontecerá de 16 a 19 de agosto de 2021, das 18h às 20h30min.

Esse evento pode ser realizado em Inglês.

  16/08/2021 - 19/08/2021 | 18:00

  Aulas não disponíveis após o curso

  Duração: 10:00

  Capacidade de até 40 pessoas

  Condições de Cancelamento: Gratuito - reembolso integral


Quem faz

Gustavo Melo Cerqueira é babalorixá, ator e performer. Mestre de Artes e PhD em Estudos Africanos e da Diáspora Africana pela Universidade do Texas em Austin, Estados Unidos, é graduado em Direito pela Universidade Federal da Bahia. Atuou em filmes, séries e novelas. Em teatro, destacam-se os trabalhos desenvolvidos como ator, co-autor e assistente de direção em espetáculos da Cia. Teatro dos Novos e o Bando de Teatro Olodum, em Salvador, e com a Cia. dos Comuns no Rio de Janeiro. Desenvolve pesquisas relacionadas ao corpo negro nas artes da cena e da presença a partir do cruzamento de teorias e métodos dos Estudos Negros, Estudos da Performance, Sociologia e Teatro. Autor de artigos e capítulos publicados em livros e periódicos de circulação nacional e internacional, Gustavo foi premiado, em 2017, com o Roy Crane Award for Outstanding Achievement in the Arts, nos Estados Unidos. Também nos Estados Unidos, coordenou eventos internacionais na área de performance e política, a exemplo do 2015 Hemi GSI - Coletividades em TransMigração: animando corpos através das fronteiras, iniciativa do Instituto Hemisférico de Performance e Política. Atualmente é um dos coordenadores da PELE NEGRA ESCOLA DE TEATRO(S) PRETO(S). Foi aprovado, em 2020, em primeiro lugar no concurso para bolsista de pós-doutoramento no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFBA. Infelizmente, a Capes mantém suspenso o cadastramento de novos bolsistas, o que impede que Gustavo dê início à sua pesquisa em nível de pós-doutoramento.

Categoria: Atividade ao vivo Tags: África