Psicanálise e Racismo

R$70,00

O curso é organizado em 12 aulas entre filmes e artigos, e tem por objetivo aproximar o publico a temática. Com trabalhos de Fanon, Lélia Gonzales, Neusa Santos, Luiza Barros e outros teóricos.

Dia 18/06 das 17 às 20 horas

 

Descrição

Alguns temas abordados no curso:

O que é psicanálise?;  Por que discutir racismo e psicanálise; Racismo e dominação psíquica em Frantz Fanon; Da dor ao corpo: a violência do racismo; Narcisismo e o ideal do ego Virginia Bicudo: uma história da psicanálise brasileira; Educação sanitária, estudos de atitudes raciais e psicanálise na trajetória de Virgínia Leone Bicudo; Considerações psicanalíticas sobre preconceito racial: um estudo de caso; Racismo como meta enquadre; Racismo e psicanálise em produções acadêmicas.

Ministrado Pela professora Shenia Karlsson

Sobre a Drª Shenia Karlsson: a partir de sua vivência enquanto mulher e negra, percebeu que ainda temos pouca representatividade em determinados lugares sociais, somos poucas a ocupar determinados cargos e ainda somos associadas ao lado negativo das relações, como corpos desumanizados e animalizados. Em seu exercício da Psicologia Clínica e Social ao longo dos anos, constatou a carência de uma intervenção psicoterapêutica que atendesse demandas das mulheres negras em situação de fragilidade social, vítimas das mais variadas violências. Atuou nas comunidades carentes do Rio de Janeiro. Desenvolveu um trabalho baseado em representatividade como psicóloga e negra, sentiu que contribuía de forma significativa utilizando uma escuta apurada sobre experiências que só atravessam a mulher negra, podendo assim desenvolver formas de enfrentamentos construídas especialmente para esse grupo. A aderência por parte das pacientes ao trabalho obteve resultados surpreendentes provando que a identidade racial, a representatividade e o aprofundamento nos estudos étnico- raciais são fundamentais na construção de uma intervenção que visa o bem -estar e a saúde mental da mulher negra. Criou o projeto Papo Preta em 2016, e hoje atua no Brasil e em Portugal. Foi convidada a integrar o INMUNE- Instituto da Mulher Negra em Portugal e dirige o Departamento de Sororidade e Entreajuda, responsável pelos projetos voltados às mulheres negras em Portugal. Em 2018, o Papo Preta fechou uma parceria com o Grupo Empodera e White Martins, oferece consultoria psicológica ao programa de mentoria para jovens negros e periféricos que pretendem ingressar no mundo corporativo.

Experiência
Atende em Consultório Particular, Individual, Família e Casal;
Trabalhou como Psicóloga na Casa Francisco de Assis, atendendo famílias em situação de risco na creche social Santa Clara;
Trabalhou como Pesquisadora no Hospital Colônia Juliano Moreira: Programa de Residências Terapêuticas;
Trabalhou como Psicóloga na ONG Rede Postinho de Saúde Preventiva da Mulher;
Palestrante e Consultora

Prémios e Reconhecimentos
FAZEDORES DO BEM 2017 – Boas ações a sociedade civil
OSÉ MIMÒ 2017 – Categoria combate ao racismo e a discriminação.

Data: 18/06/2020

Onde acontece?

https://coletivodiojeje.com.br

As aulas ficam disponível para acesso após o curso?

Sim

Capacidade: Até pessoas

Descreva as condições de cancelamento

Gratuito

Share This